Ao fechar esta mensagem, e exceto se tiver desativado as cookies, concorda com o seu uso neste dispositivo, de acordo com a Política de Utilização e Privacidade da APIAM. Optando pela desativação das cookies, algumas partes do nosso site poderão não funcionar corretamente.
Aceito
Saiba mais
100%
Natural
100% Pura
100% Segura
header_right

Informações e Notícias

COMPROMISSOS DAS ÁGUAS MINERAIS E DE NASCENTE DE PORTUGAL PARA A ECONOMIA CIRCULAR
COMPROMISSOS DAS ÁGUAS MINERAIS E DE NASCENTE DE PORTUGAL PARA A ECONOMIA CIRCULAR

Águas Minerais e de Nascente de Portugal anunciaram os compromissos assumidos pelo sector, tendo em vista o aumento da recolha de garrafas PET (polietileno tereftalato) e da utilização de PET reciclado.

Estes objetivos irão acelerar a mudança para um paradigma mais circular na economia portuguesa.

Todas as embalagens de Águas Minerais e de Nascente utilizadas pelo sector em Portugal são 100% recicláveis, sejam em PET ou vidro.

Águas Minerais e de Nascente de Portugal consideram necessário agir no sentido de aumentar drasticamente a recolha, a separação e a reciclagem das embalagens de PET. Esta abordagem vai permitir que estes recursos tão valiosos possam ser reutilizados e integrados em novas garrafas.

Os produtores de água mineral natural e de nascente acreditam que as garrafas PET devem ter direito a novas vidas e que a solução passa por uma cooperação mais estreita com todos os intervenientes, fomentando a circularidade deste material valioso.

Neste sentido, a associação Águas Minerais e de Nascente de Portugal, dando expressão ao Acordo Circular assinado com o Ministério do Ambiente, anunciaram na Conferência ""Vive(r) com menos plástico", organizada pelo Ministério do Ambiente, no dia 22 de Fevereiro, os seguintes compromissos, com efeitos a 2025:

  • Recolher 90% de todas as garrafas PET até 2025. Garantir a recolha de garrafas PET significa que as estas poderão ser usadas para produzir novas garrafas ou outros produtos.
  • Colaborar com os agentes do setor da reciclagem, de modo a utilizar 25% ou mais de PET reciclado (rPET) nas suas garrafas de água, até 2025. O objetivo é aumentar a utilização de rPET nas novas garrafas de água mineral natural e de nascente e assegurar um fornecimento sustentável de material reciclado de elevada qualidade.


Águas Minerais e de Nascente de Portugal
 sublinharam que os pilares da sua intervenção são:

Recolher
Até 2025, deverão ser recolhidas 90% das garrafas PET
É fundamental aumentar as taxas de recolha, para fomentar a circularidade. Ao garantir que as garrafas PET são recolhidas e não deitadas fora, será possível reutilizar vezes sem conta um recurso valioso. 

Cooperar
Até 2025, o sector tenciona utilizar pelo menos 25% de plástico PET reciclado nas suas garrafas de PET
As garrafas PET usadas constituem recursos valiosos. A circularidade tem por objectivo  a criação da próxima geração de garrafas.
Os produtores de água mineral natural e de nascente   estão a trabalhar no sentido de dar novas vidas  a todas as garrafas PET.

Inovar
O sector irá investir em design ecológico
O objectivo é aumentar ainda mais  a  otimização das embalagens investindo   na inovação amiga do ambiente e no design de novas embalagens.

Interagir
O sector irá incentivar campanhas de esclarecimento acerca de formas optimizadas de eliminar embalagens.
Águas Minerais e de Nascente de Portugal  apoiarão iniciativas que visem auxiliar os consumidores a compreender o seu papel para a economia circular, incentivando a correta separação e eliminação das suas embalagens.

Ver AQUI 


ÁGUA VEM EMBALAGEM VAI
© APIAM. Todos os direitos reservados.   |   Política de Privacidade Desenvolvido por Netmais